Publicado por: noticiasdesiao | 3 de janeiro de 2012

NÃO VOU ME MATAR

UM AVISO A QUEM ME CRITICA SEM FUNDAMENTOS: EU NÃO VOU ME SUICIDAR!

E se me matarem, morrerei por uma causa nobre.

Por esta foto, Kevin Carter ganhou um Pulitzer. E perdeu a vida.

O SUICÍDIO DE KEVIN CARTER

Em 1993 o repórter-fotográfico sul-africano Kevin Carter estava na região de Ayod, no Sudão quando viu um abutre a espreitar uma criança que, dobrada sob si mesma, parecia sucumbir à fome. Carter apontou sua objetiva e clicou a foto que o levaria para a galeria dos melhores fotógrafos da história. Seu instantâneo acabou nas páginas do New York Times e ganhou o prestigioso Prêmio Pulitzer em 1994.

Nos meses que se seguiram, Carter sofreu uma insidiosa campanha dos setores chamados “politicamente corretos” da sociedade que o acusavam de ter se aproveitado da situação para simplesmente ganhar dinheiro. As vozes discordantes diziam que ao invés de clicar, Carter deveria ter ajudado a criança para que esta não morresse de fome.

Em 27 de Julho de 1994, profundamente deprimido em função das críticas, Kevin Carter tirou a própria vida. Na altura, tínhamos a mesma idade.

Dezenove anos depois da foto – e dezoito do suicídio – uma incômoda verdade veio à tona: Kevin Carter não poderia ter feito nada pela criança que já não estivesse sendo feito pelo comité da ONU que era responsável pelo controle das crianças que chegavam em Ayod. Ampliando a imagem, foi possível ver a pulseira que presa ao pulso identificava a criança e ao contrário do que se pensou na época, não se tratava de uma menina, mas sim de um menino, chamado Kong Nyong. Florence Mourin, coordenadora dos trabalhos no campo de refugiados da ONU, identificou a criança e relatou que a mesma sobreviveu à subnutrição, cresceu saudável e só veio a falecer 14 anos depois, não de fome, mas de uma febre comum na região.

EU NÃO VOU ME SUICIDAR

A história real de Kevin Carter, revelada no início do ano passado, fez-me pensar nas críticas que recebi ao longo de 2011. Como gerenciador deste blog, tenho acesso exclusivo à todos os comentários a ele endereçado, às citações feitas em outros órgãos e a uma relação das motivações que trouxeram os leitores até aqui. Recebo também inúmero e-mails dos leitores. E vos garanto que muitos deles são extremamente críticos.

Dos inimigos de Israel não espero coisa diferente, embora fique um tanto assustado com algumas das ameaças reais que me são dirigidas. Agora, nada entristece mais do que as mensagens recebidas daqueles que deveriam estar alinhados às ideias defendidas pelo blog. Ortodoxos (ou simpatizantes destes) acusam-me de usar o Notícias de Sião para cortejar judeus visando sua conversão. “Evangélicos” progressistas criticam de forma mordaz aquilo que eles consideram como insensibilidade ou desconhecimento do “amor cristão”, como se este fosse um salvo-conduto para todo tipo de ação. São críticas, infundadas, que doem muito.

Tais críticas coincidiram com um momento difícil de minha vida, quando descobri uma anomalia no coração e tive que me submeter a medicamentos que alteraram minha performance diante do computador. Quem lê meus artigos poderá perceber que não escrevo levianamente. Antes de postar uma matéria vasculho todas as informações contidas para evitar, justamente as acusações acima citadas. Isso toma tempo e requer que eu tenha uma boa disposição física, coisas que me foram raras nos últimos meses de 2011.

Pensei em desistir, parar ou limitar-me a postar ligeiros comentários no Facebook, sem aprofundamentos jornalísticos. Mas, depois, dei-me conta que é justamente isso que querem os inimigos de Israel e resolvi voltar.

Não me interpretem como arrogante ou refratário às críticas, aliás estas são muito bem recebidas. E se forem feitas em função de alguma informação incorreta ou dado inverídico, eu repararei o erro. Mas, se vierem motivadas por diferenças ideológicas ou fundamentadas numa visão humanista ou politicamente correta dos fatos, desconsiderarei solenemente as mesmas. E não vou me matar por isso. Aliás, se algum dia alguém tentar fazê-lo – em represália pela forma como defendo Israel, seu D’us e o seu povo – morrerei por causa justa.

Voltei!

Anúncios

Responses

  1. Que o Eterno te abençoe muito. Estamos orando por você e seus familiares.

  2. Faço votos de que continue, não obstante as muitas oposições. Sei que as críticas infundadas doem muito. Mas espero que nenhuma delas seja mais forte do que o sincero amor pelo povo judeu que tu guardas dentro de si. A verdade prevalecerá!

  3. Que bom que “Notícias de Sião” voltou. Estava fazendo falta. Tenho orado constantemente pelo irmão e sua família.
    Quando receber críticas, lembre-se sempre dos muitos que são edificados e despertados com seus escritos.
    Persevere!
    Vale a pena servir ao Senhor!
    Edison

  4. Continue assim Roberto,sempre perseverando. Que Deus lhe abençoe!!

  5. Estou contigo meu caro irmão. Sempre que precisar conte comigo mesmo a uma distância de 10.000 km…

    • Shalom, chaver. São apoios como estes que fazem com que não esmoreçamos. Aguarde que estarei providenciando novas reportagens para nós. Não estou 100% fisicamente, mas a cabeça já está a mil (rsrs).

  6. Grande Roberto Kedoshim,
    .
    Muito bom vê-lo de volta na ativa escrevendo. E seu artigo, como sempre, maravilhoso.
    .
    Entendo perfeitamente sua situação. Como moderador do site http://www.matutando.com também recebo dezenas de e-mails e vários comentários indignados de gente raivosa por três motivos principais:
    1) porque sou honesto em relação a Israel. No Brasil, quase todos odeiam Israel por causa das notícias caluniosas divulgadas pela mídia irresponsável;
    2) Porque defendo abertamente a restauração da monarquia parlamentarista no Brasil. E por aqui há grande preconceito contra a monarquia por causa da massiva propaganda que se faz contra ela;
    3) Sou judeu. E o artigo que escrevi: “Por quê Jesus não é o messias segundo os judeus” causou furor entre cristãos e Islâmicos mais exaltados que possuem ponto de vista diferente sobre o assunto.
    .
    Receber críticas injustas é muito comum. E claro: não vamos nos “suicidar”. Esse tipo de bulling “socialmente aceito” já é bem conhecido pelos filhos de Israel. Desde a diáspora, não houve nenhum local que judeus não fossem criticados e perseguidos em nome de mentiras das mais diversas. Isso também inclui judeus e simpatizantes de judeus dentro de Israel.
    .
    E concordo plenamente contigo: as críticas que judeus ortodoxos (e gosto deles) fizeram contra você são injustas. Sinto-me profundamente envergonhado por eles. Antes de te criticarem, eles deviam te agradecer.
    .
    Acompanho seu trabalho há vários anos e NUNCA você tentou praticar o proselitismo, nem coatar judeus para o cristianismo. Pelo contrário, você sempre demonstrou grande respeito e admiração pela fé judaica e nunca insultou nossa Torah. Todo foco do seu site é mostrar como Israel é de verdade, seus costumes e tradições.
    .
    E digo mais: nunca vi você fazendo “propaganda cristã” no seu site, apesar de você ser declaradamente cristão. O que vejo aqui são artigos sérios, imparciais e que focam em fatos. A questão religiosa é deixada para segundo plano e quando você cita algum texto religioso, geralmente o faz de um ponto de vista comum tanto para judeus como para cristãos. Raramente você cita aqui o “novo testamento”, livro que nós judeus não aceitamos. E mesmo assim, quando o faz, é de forma totalmente respeitosa.
    .
    Você pode não ser judeu, mas é inegável que você é um Justo entre as várias nações. E mais ainda: um Justo que o Eterno admira porque seu trabalho é de extrema importância: ele desmente as calúnias feitas contra Israel. E como são muitas!
    .
    Você é um homem que constantemente abençoa Israel. E como diz a profecia, você é um homem Bendito. Se algum ortodoxo te criticou, por favor, perdoe-o. Com certeza ele não viu o todo do seu trabalho. Se ele tivesse lido ao menos seus artigos sobre Ética Judaica, certamente teria outra opinião, ou, caso contrário, estaria praticando Lashon Hará, que o Eterno não permita.
    .
    Eu te admiro muito. Você é um homem íntegro que ama a Verdade e a Justiça. Desejo sinceras melhoras para você e aproveito a oportunidade para te desejar um feliz ano novo para você e sua família.
    .
    Grande Abraço,
    .
    Sebastião Fabiano Pinto Marques
    Judeu da tribo de Judá com muito orgulho.
    .
    OBSERVAÇÃO: Recomendo a todos os judeus que leiam o Notícias de Sião. Este site não faz proselitismo. E mais: o conteúdo é de altíssima qualidade.

    • Se há comentários que valem por um artigo, este é um deles. Todá rabá chaver Marques por cada uma das suas palavras. Divergimos em alguns pontos de vista, mas temos uma meta comum e UM mesmo SENHOR, que é Echad (“Ado-nai Elohêinu Ado-nai Echad“). Lehitraót.

  7. Parabéns, Roberto, pelo NOTÍCIAS DE SIÃO. Oro, sempre, pela paz de Jerusalém. D´us te sustente firme e corajoso.

  8. Que bom, recebi noticias suas. Sempre lembro de ti, nas minhas orações. Esperamos muitas noticias para nos fortalecemos, desde Jerusalém. Sejam prósperos e bem sucedidos. Queridos Roberto, esposa e filhos, que o Eterno D’us e seu Messias Yeshua os fortaleçam, hoje e sempre!! Muita Saúde!! Shalom, Shalom, Maria Lucia e Familia.

  9. Irmão Roberto,
    Gosto muito dos seus escritos e suas reportagens. Continue assim, pois, o povo de Deus merece o nosso sacrifício. Deus te abençoe e muita saúde. Abraços, Adil

  10. Olá Roberto,
    Gostei imensamente do seu texto de reabertura do Blog e quero publicá-lo no Jornal de Apoio de fevereiro.
    Espero que 2012 seja um ano dos mais abençoados em sua vida!

    • Shalom, amado irmão. Todo o conteúdo do blog está à vossa disposição. E para a edição de Fevereiro do Jornal de Apoio farei uma alteração na redação para que o texto fique mais adequado aos seus leitores. Espero enviá-lo ainda no decorrer da tarde de hoje. Aliás, agrada-me imenso a capilaridade que o Jornal de Apoio tem entre os verdadeiros Amigos de Israel. Parabéns pelo vosso trabalho. Lehitraót.

  11. 1 PORTANTO nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta,
    2 Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus.
    3 Considerai, pois, aquele que suportou tais contradições dos pecadores contra si mesmo, para que não enfraqueçais, desfalecendo em vossos ânimos. (Hebreus 12:1-3)

    Fique na Paz!

  12. Amém, amém e amém! Que bom ter suas matérias de volta! Não esqueça: O trabalho penoso dá frutos. Não somos dos que retrocedem. A Palavra do ETERNO jamais volta vazia. Quando na fraqueza é que somos fortes, em D’us. Ele abençoe teu ministério, tua família, tua saúde e te dê o conforto para combater os dardos inflamados do inimigo.

  13. Já estava com saudades das maravilhosas matérias. Bem-vindo novamente! A árvore frutífera leva pedradas, mas no ano seguinte os frutos continuam doces. Que Jesus seja seu escudo!

  14. Ufa! Estava com saudades de você! Sempre clico buscando noticias. Gostei do teu retorno, vamos em frente. A verdade as vezes náo agrada a muitos.
    Bom retorno. Shalom!

  15. Depois que achei esse blog, volta e meia estou aqui para conferi os ótimos artigos e graças a Deus não cheguei aqui por causa dos illuminatis ou chupa cabras e sim pelos excelentes e bem fundamentados textos a respeito de Israel.
    Sinto falta quando o senhor demora a postar, ultimamente não estou podendo acessar, pois estou sem internet, mas sempre que posso, como hoje, leio praticamente todos os textos por horas.
    E que Deus continue te abençoado e te dando forças e firmeza para suportar tudo isso.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: