PALESTINOS ATACAM ISRAEL E ISRAEL RESPONDE AOS ATAQUES

A manhã desta terça-feira, 29, foi de alertas em Israel. Pelo menos 27 mísseis (rockets) foram atirados contra Israel à partir da Faixa de Gaza. E Israel não demorou a responder.

Por três vezes o sistema Iron Dome foi acionado criando uma barragem defensiva do território israelense na manhã de hoje. Pelos seus elevados custos, o sistema só é utilizado contra ameaças reais, mas mesmo assim um dos mísseis lançados contra Israel caiu nas proximidades de um jardim de infância gerando um pânico momentâneo (imagem acima).

Até o momento em que este artigo está sendo escrito – 14H40 em Jerusalém, 08H40 em Brasília – havia o registro de apenas uma pessoa ferida a ser rearada no centro médico de Soroka, em Beersheba. Os danos matérias também não eram muito significativos.

O chefe da região de Eshkol, ao sul de Israel, disse numa entrevista, que os ataques haviam partido de regiões onde a presença do grupo terrorista Jihad Islâmico Palestino é mais forte, razão pelo qual aventaram a possibilidade de os ataques terem sido uma resposta às ações das Forças de Defesa de Israel (FDI) que eliminaram 3 terroristas deste grupo no início da semana.

Logo depois dos ataques, houve uma debandada de terroristas do Hamas que se encontravam em posições estratégicas junto à fronteira de Gaza com Israel, pois estes sabiam que a resposta das FDI seria imediata. O que de fato acabou por acontecer.

Segundo o Times of Israel, o primeiro bombardeio aconteceu por volta das 7 horas da manhã no horário local, 1 hora da madrugada em Brasília, com pelo menos 25 rockets direcionados para as regiões de Sha’ar Hanegev e Eshkol. Os ataques poderiam ter trazido maiores complicações, pois esta é a hora de pico para os pais que levam os filhos para as escolas.

O fato de os ataques terem acontecido tão cedo resultou num milagre, pois se as crianças de um jardim de infância da região estivessem brincando a tragédia teria sido considerável, pois a queda de um rocket provocou o lançamento de muitos estilhaços no pátio da escola.

Enquanto Exército comunicava à imprensa que o sistema Iron Dome havia interceptado a maioria dos rockets, nova bateria de mísseis foram lançados contra Israel, mas num número menor de projéteis. Desta vez o alvo foi apenas a região de Eshkol e não Sha’ar Hanegev, como acontecera 1 hora antes.

No Twitter, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu comunicou os ataques palestinos contra o território israelense e prometeu resposta dura aos agressores. E logo depois, numa conferência de imprensa, Netanyahu disse que “Israel leva muito a sério os ataques contra [o seu território], ataques estes realizados (…) pelo Hamas e pela Jihad Islâmica da Faixa de Gaza”. E, como era de se esperar de um dirigente responsável, Netanyahu concluiu dizendo: “[O Exército Israelense] responderá com a força a estes ataques”.

Pouco depois, o portal Cafetorah informou que a Força Aérea Israelense estava destruindo alvos terroristas na Faixa de Gaza.

No mais recente comunicado, um porta-voz do exército disse: “Neste momento, não há instruções especiais para os moradores da periferia de Gaza. Por favor, continuem a ouvir as instruções do Comando da Frente Interna”.

Desde então, a situação tem-se mantido inalterada.

ANDS | CANAL 10 | TIMES OF ISRAEL | CAFETORAH

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s