DONALD TRUMP UMA VEZ MAIS NO OLHO DO FURACÃO

O que Donald Trump tem em comum com Clarice Lispector, Luiz Fernando Veríssimo e o Seu Lunga?! Bem, todos têm a si atribuídas frases que nunca disseram.


“O que você disse que disseram que eu disse?!”

MAIS UMA VEZ COLOCARAM NA BOCA DO TRUMP COISAS QUE ELE NUNCA FALOU

Com o advento das redes sociais, começaram a surgir frases pseudofilosóficas atribuídas a escritores famosos, como Clarice Lispector, Luis Fernando Veríssimo, Ruy Barbosa e Fernando Pessoa. Repentinamente muitos autores passaram por ter dito coisas que na verdade nunca disseram. Ou que fizeram coisas que na verdade nunca aconteceram, como no caso de alguns episódios envolvendo o folclórico nordestino Seu Lunga. E estas frases ou histórias foram tantas vezes repetidas que há quem acredite piamente na sua veracidade.

Citar uma frase atribuindo a autoria a uma pessoa famosa dá um toque de intelectualidade à mesma. E nem sempre procura-se saber se é verdade ou não a autoria. Entre as frases mais famosas podemos destacar algumas.

O personagem Sherlock Holmes, por exemplo, nunca disse “é elementar, meu caro Watson”, esta expressão surgiu numa radionovela da década de 30 do século passado. Neil Armstrong não disse que sua caminhada na lua foi “um pequeno passo para O homem e um grande salto para a humanidade”, a frase correta é “um pequeno passo para UM homem, um grande passo para a humanidade”. Armstrong corrigiu quem afirmava o contrário diversas vezes, mas continuou-se a propagar a forma errada. E Voltaire não é o autor da famosa expressão “Eu discordo do que você diz, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-lo”. Foi sua biógrafa, Evelyn Beatrice Hall quem cunhou a frase para resumir o pensamento do filósofo.

Tudo ficaria no campo do folclore se não fosse o fato de que o surgimento da Internet serviu como caixa de ressonância para frases de efeito, sejam elas verdadeiras ou não.

Isso acabou por gerar um turbilhão de suspeitas, semiverdades ou mentiras-quase-perfeitas, cuja vítima mais frequente tem sido o presidente norte-americano Donald Trump. O último episódio dá conta que numa reunião na Sala Oval, o presidente teria dito que os Estados Unidos precisavam mais de noruegueses do que de africanos e que teria utilizado uma palavra de baixo calão para se referir aos países africanos. Os inimigos de Trump não tardaram a atacá-lo de todas as formas.

A Casa Branca nega que Donald Trump tenha dito tal frase e o próprio presidente utilizou as redes sociais para desmentir a fofoca. “A linguagem usada [na reunião] foi dura, mas não foi esta a linguagem usada”, tuitou o presidente. Mas quem dá crédito aos desmentidos se o objetivo é destruir a sua imagem?

Em todo caso, imaginemos que Donald Trump tenha mesmo dito que os EUA precisam mais de noruegueses do que de africanos, estaria ele errado? Depende do ângulo de quem vê e da forma como a frase é interpretada.

Vejamos, os Estados Unidos têm 320 milhões de habitantes e segundo o último relatório da Secretaria de Estatísticas Trabalhistas, 4.1% destes encontram-se desempregados. Além de ser a menor taxa dos últimos 17 anos. Além disso, a taxa de desemprego entre a população negra atingiu o nível mais baixo da história: 6.8%!

No microblog Twitter, Ivanka Trump, responsável pelos negócios da família enquanto o pai exerce a presidência, escreveu: “A taxa de desemprego entre afro-americanos caiu para 6.8%, a menor já registrada. Nós estamos trabalhando duro para diminuir mais ainda.”

Agora, voltemos à frase supostamente dita por Donald Trump. Se os Estados Unidos receberem imigrantes noruegueses, a probabilidade destes virem a se tornar empreendedores é enorme. A Noruega ocupa o 1º lugar no Índice de Desenvolvimento Humano e os pobres daquele país ganham mais do que muitos ricos de 57 outros países.

Se um norueguês imigrar para os EUA, não tenham dúvidas de que ele será lá um empreendedor. E empreendedores geram empregos. Portanto, se a suposta frase dita por Trump fosse verdade, ele estaria completamente certo. Mais noruegueses empreendendo significaria mais empregos e menos americanos desempregados, inclusive negros.

Por outro lado, se a imigração viesse da África, cujos países têm as populações mais pobres do mundo, os imigrantes entrariam no mercado para disputar vagas com os 6.8% dos negros que já estão no desemprego e isso seria terrível. Terrível para quem? Para os negros norte-americanos.

O desenvolvimento da África deve ser preocupação do português António Guterres e não do norte-americano Donald Trump. Trump é presidente dos EUA e não Secretário Geral da ONU.

Não tenham dúvidas de que a frase, supostamente dita por Trump, tendo lógica ou não, cairá no domínio público. E será utilizada das piores formas possíveis pela Esquerda mundial, notória inimiga de Trump.

Agora, sabem qual governo a Esquerda mundial idolatra? O governo canadense do esquerdista Justin Trudeau. Trudeau afirma fazer “uma política de fronteiras abertas”, mas vejam as exigências para se conseguir um visto de trabalhos no Canadá: 1. Dois ou mais anos de experiência na carreira; 2. Formação de nível superior na profissão requerida; 3. Fluência no inglês ou francês, ou nível avançado; 4. Disponibilidade de início imediato, o que inclui documentação em dia e chances positivas de atender ao perfil dos programas de imigração.

Pense bem, é mais fácil para um africano trabalhar de empregado para um norueguês nos Estados Unidos ou atravessar essas barreiras quase intransponíveis das exigências canadenses?!


O governo de Esquerda do Canadá tem política excludente e não sofre críticas

O RISCO DE SER AMIGO DE ISRAEL

O movimento Boicote, Desinvestimentos & Sanções empreende campanhas difamatórias contra empresas que ousem investir em Israel. Já escrevemos vários artigos sobre isso neste blogue (leia aqui). Donald Trump foi, é e sempre será alvo de campanhas similares, pois é um amigo de Israel e defensor do seu povo. Tenham isso em mente quando ouvirem ou lerem reportagens que denigram a imagem do presidente dos Estados Unidos.

ANDS | MÍDIAS DIVERSAS

Anúncios

2 comentários sobre “DONALD TRUMP UMA VEZ MAIS NO OLHO DO FURACÃO

  1. falem mal mas falem de mim,teoria dele
    ele ao menos nao é demagogo
    qual pais nao gostaria de receber so imigrantes letrados com curso superior onde nao seria preciso investir muito e so agregaria
    mentiroso é o que fala o contrario
    Caridade é outra coisa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s