Publicado por: noticiasdesiao | 18 de outubro de 2016

TERMINADA A VOTAÇÃO EM PARIS

UNESCO NÃO RECONHECE LIGAÇÃO DE ISRAEL COM O MONTE DO TEMPLO

jews-and-the-mount-of-temple
UNESCO quer judeus longe do Monte do Templo

A Organização das Nações Unidas para a Educação a Ciência e a Cultura, UNESCO, aprovou nesta terça-feira, 18, a resolução sobre a preservação do patrimônio cultural e religioso em Jerusalém Oriental negando qualquer ligação entre o Monte do Templo e o Judaísmo. A partir de hoje, oficialmente para a ONU, o Monte do Templo é um lugar sagrado apenas para os muçulmanos.

O texto, proposto pela Argélia, Egito, Líbano, Marrocos, Omã, Catar e Sudão, foi considerado adequado pelos 58 membros do Conselho Executivo da organização com sede em Paris.

No meio da manhã houve rumores de que a votação seria suspensa, mas intensas negociações de bastidores levaram o projeto em frente e no início da tarde um porta-voz da UNESCO comunicou que a resolução havia sido aprovada.

Na semana passada, logo depois que a proposta dos países árabes foi apresentada em Paris, o gabinete do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu informou que o estado de Israel suspendeu a sua cooperação com a UNESCO.

Comunidades judaicas de todo o mundo manifestaram-se junto aos governos locais, principalmente àqueles que estiveram desde o início propensos a votar a favor da resolução.

O México, que havia apoiado a resolução, retirou o apoio e o seu representante na UNESCO foi destituído do cargo. O Brasil, desde o início, manifestou-se contra Israel e foi assim que votou.

Os únicos países que ficaram a favor de Israel foram Alemanha, Estados Unidos, Estônia, Grã Bretanha, Holanda e Lituânia.

ANDS | EFE | AFP

Anúncios

Responses

  1. é o mesmo que falar que o cristo redentor nao pertence ao brasil

  2. Existe alguma forma das comunidades cristãs se manifestarem formalmente contra essa decisão? Não são somente os judeus que serão afetados por isso.

    • Pode-se mandar protestos oficiais diretamente para o Itamaraty, mas a forma mais rápida, acessível e viral é usar mesmo as redes sociais e hashtags relecionadas. A página do Ministério das Relações Exteriores no Facebook pode ser acessada no link abaixo.

      https://m.facebook.com/ItamaratyGovBr/

    • Outra forma eficaz é apoiar e compartilhar fontes jornalísticas sérias e pró-Israel, como o NOTÍCIAS DE SIÃO, o CAFETORAH a JJO e o PLETZ entre outros.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: