Publicado por: noticiasdesiao | 7 de junho de 2016

MANHÃ SANGRENTA EM ISTAMBUL

EXPLOSÃO MATA 11 E FERE MAIS DE 30

“Eu, contra meu irmão; eu e meu irmão contra os meus primos; eu, meu irmão e os meus primos contra os infiéis.” (Ditado Islâmico)

Istambul terrorism
O impacto da bomba deixou um cenário de guerra em Istambul

Os muçulmanos estão em pé de guerra. Na Turquia, o PYD, Partiya Yekîtiya Demokrat (Partido de União Democrática), liderado por Salih Muslim e Asya Abdullah; juntamente com o PKK, Partiya Karkerên Kurdistan, fundado por Abdullah Öcalan e atualmente liderado por Murat Karayilan, estão as turras há anos. Os atentados multiplicam-se.

Na manhã desta terça-feira, 07, uma explosão sacudiu o centro de Istambul, perto de um ponto de ônibus, fazendo pelo menos 11 mortos e 36 feridos, dos quais três em estado grave. Entre as vítimas estão sete policiais e quatro civis.

Segundo a CNN Turk, o alvo era um ônibus da polícia. Um carro estacionado tinha explosivos, que foram detonados por controlo remoto, acrescenta a mesma estação. Segundo a imprensa local, os policiais cumpriam a rotina de dirigir-se para a universidade onde fariam o policiamento diário.

Após a explosão há relatos de que diversos disparos foram ouvidos.

Istambul attack
Importante centro universitário e turístico foi o alvo do atentado

A explosão ocorreu no início da manhã numa região extremamente movimentada, pois esta é a área é onde se localizam a Universidade, a Praça Beyazit e o Grande Bazar, uma das principais atrações turísticas de Istambul.

O jornal Hurryiet informa que as provas finais que a universidade realizaria no dia de hoje foram canceladas.

O ataque ainda não foi reivindicado. As grandes cidades turcas têm sido palco de vários atentados nos últimos meses, atentados atribuídos ou reivindicados pelo Estado Islâmico, por militantes curdos ou por radicais de esquerda.

Istambul terrorism bomb
O alvo era um ônibus da polícia turca

OUTROS ATENTADOS RECENTES NA TURQUIA

Em Outubro passado, mais de cem pessoas morreram em Ancara depois que dois homens-bomba explodiram-se durante uma manifestação organizada por militantes pró-curdos.

Em Istambul, 12 turistas alemães morreram num atentado suicida reivindicado pelo Estado Islâmico, em Janeiro. No mês seguinte, Ancara voltou a ser abalada por um ataque a uma coluna militar onde morreram 28 pessoas.

Quatro pessoas foram mortas em Março numa das principais avenidas de Istambul, poucos dias depois de um atentado realizado por forças curdas ter feito 35 mortos em Ancara.

Um cessar-fogo entre a Turquia e os separatistas curdos foi quebrado no ano passado e, desde então, as autoridades turcas têm aumentado a repressão sobre os representantes daquela minoria. Ao mesmo tempo, a Turquia é um dos membros mais importantes da coligação internacional que tem bombardeado as posições do Estado Islâmico na Síria e no Iraque.

ANDS | PÚBLICO | CNN TURK | BBC | HURRYIET

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: