Publicado por: noticiasdesiao | 23 de maio de 2016

ALÍVIO NA EUROPA

NACIONALISTAS PERDEM AS ELEIÇÕES NA ÁUSTRIA

Norbert Hofer Kornblume
Na Áustria um ramo de centaurea cyanus, ou kornblume, tem simbologia nazista.

Chega ao fim a apuração das eleições na Áustria. Depois de vencer o primeiro turno com 35% dos votos contra 21% do segundo colocado, o Freiheitliche Partei Österreichs, do extremista Norbert Hofer (foto acima), acaba de ser derrotado por uma pequeníssima margem de votos. Foram decisivos para a vitória os cerca de 700 mil votos recebidos por correspondência, votos esses que só foram computados na manhã desta segunda-feira.

No país natal de Adof Hitler, o candidato do partido ecologista Os Verdes, Alexander Van Der Bellen, venceu as eleições presidenciais depois de uma dura disputa com o candidato populista, Norbert Hofer, representante do Freiheitliche Partei Österreichs.

Enquanto ainda é aguardada a confirmação oficial, a imprensa austríaca indica que Van der Bellen conquistou 50,1% dos eleitores enquanto Norbert Hofer, que quase chegou lá, recebeu 49,9% dos votos.

A notícia da vitória do ecologista de 72 anos surge depois de terem sido contados os votos por correspondência, que acabaram por fazer toda a diferença para o desfecho das eleições. No domingo, a contagem dos votos efetuados diretamente nas urnas apresentava uma pequena vantagem de Norbert Hofer, que ficou com 51,9%, contra os 48,1% de Alexander Van Der Bellen.

Como faltavam os votos realizados por correspondência, 700 mil deles só foram contados nesta segunda-feira, 23. Como este número representa 15,6% dos eleitores, os números foram decisivos para a “virada” de Van Der Bellen.

Norbert Hofer já reconheceu a derrota, com um post no Facebook onde diz aos seus eleitores: “Vou manter-me leal a todos vocês e contribuir para um futuro positivo para a Áustria”. E por fim admitiu que estava “triste”.

Eleições na Áustria

EXTREMISTAS DERROTADOS. POR ENQUANTO.

A votação deste domingo, 22 de maio, concluiu o segundo turno de uma eleição que ameaçava ser a mais explosiva dos últimos 80 anos. Se Norbert Hofer saísse vencedor, seria o primeiro Presidente extremista de Direita a liderar um país europeu após a Segunda Guerra Mundial.

O Partido de Hofer, cujo nome em alemão é Freiheitliche Partei Österreichs (FPÖ) tem origem num histórico movimento pan-alemão que remonta as revoluções de 1848. O FPÖ foi fundado em 1956 sendo sucessor de uma curta organização chamada Federação dos Independentes cujo líder, Anton Reinthaller, tinha sido oficial das SS e Ministro da Agricultura do governo nazista alemão.

A possibilidade desse cenário vir a ser confirmado ganhou ainda mais força no primeiro turno, quando Norbert Hofer saiu vencedor com 35% dos votos, obtendo aproximadamente mais 10% do que as pesquisas apontavam.

Desta forma, o segundo turno polarizou as discussões entre o agora vencedor, que é ecologista, contra este intransigente defensor do endurecimento das políticas austríacas, principalmente aquelas referentes aos estrangeiros.

Dentro da militância do Freiheitliche Partei Österreichs é possível encontrar com facilidade saudosistas dos governos antissemitas que grassaram a Europa no início do século passado bem como abertos simpatizantes dos atuais movimentos neonazistas. Desta vez – e uma vez mais – a Europa livrou-se desse povo. Mas fica no ar a pergunta: até quando?!

ANDS | OBSERVADOR | ÖSTERREICH

Anúncios

Responses

  1. austria ninho de nazi


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: