Publicado por: noticiasdesiao | 13 de outubro de 2015

DOIS ANIMAIS, TRÊS VÍTIMAS E UM HERÓI.

MOTORISTA VÊ ATENTADO E USA O PRÓPRIO CARRO PARA BARRAR TERRORISTAS

East Talpiot bus attack
Ônibus da Egged atacado em Jerusalém

Três pessoas foram assassinados e 17 ficaram feridas em dois ataques simultâneos manhã de hoje no bairro de East Talpiot, em Jerusalém.

Baha Aliyan, de 22anos e Bilal Ranem, de 23, moradores de Jabel Mukaber, um bairro árabe localizado na parte sudeste de Jerusalém, entraram em um ônibus da Egged, a empresa de transporte coletivo da cidade, armados de uma pistola e uma faca.

Ao atingirem uma região conhecida como Armon HaNetziv, os dois terroristas passaram a atirar e a esfaquear, aleatoriamente, os passageiros.

Na ação, um judeu de 60 anos teve morte imediata e dez outras pessoas ficaram feridas. Um dos feridos, um homem com cerca de 40 anos, foi socorrido e levado para um hospital em estado crítico. Pouco depois, faleceu.

Duas das outras feridas eram mulheres, uma de 60 e outra de 40 anos. Ambas foram socorridas e o estado de saúde das duas é, no momento, estável.

Dois feridos leves, uma senhora sexagenária, que recebeu um tiro na parte superior do corpo, e um homem de aproximadamente 30 anos foram socorridos em estado de choque.

Um guarda de segurança conseguiu impedir que a tragédia fosse maior abatendo o terrorista Aliyan enquanto as forças de segurança feriram o segundo, Ranem.

Baha Alian and Bilal Ranem
Baha Aliyan e Bilal Ranem: Um está morto e o outro está preso.

O HERÓI

Testemunhas disseram que um dos terroristas assumiu o assento do motorista numa tentativa de sequestrar o ônibus. Um motorista chamado Golan Cohen-Gabai, ao observar a ação do terrorista, usou o próprio carro para bloquear o ônibus evitando assim uma tragédia maior.

Rubi Mahatbi, um jovem de 18 anos que foi levemente ferido no ataque comentou: “[Entrei no ônibus] sentei-me e os terroristas não ligaram para mim, mas assim que o veículo começou a se mover, um dos terroristas tirou uma arma, gritou “Allahu Akbar”, disparou contra um passageiro e veio em minha direção. Eu me escondi perto da porta e tentei fugir. O terrorista então tirou uma faca e começou a esfaquear um militar. O segundo terrorista agarrou-me tentando ferir-me. Defendi-me e consegui escapar. [Num momento desses] você sente medo e stresse, não sabe o que fazer. Se dependesse de mim eu preferia ter fugido ao invés de enfrentá-lo. Estou com o pescoço ferido por causa da tentativa de estrangulamento. Naquele momento, tudo o que eu conseguia pensar era em sobreviver”, concluiu.

Anúncios

Responses

  1. Nesse momento crítico em que as forças espirituais do mal estão se intensificando e energizando os filhos da ira para a destruição, a Igreja precisa estar intensificando também as suas orações, santidade e testemunho, pois sabemos que essa violência é na verdade produzida por intensa atividade das trevas. Que a Igreja se despoje de tudo que é trivial e mundano e assuma de vez o seu chamado de “salgar” esse mundo até o arrebatamento, e para isso, buscando cada vez mais o Poder da Ressurreição. Que Deus tenha misericórdia do Seu povo!

  2. […] de Jabel Mukaber, o bairro de onde saíram os três dos terroristas que atacaram os passageiros de um ônibus da Egged. Neste momento todas as pessoas e carros desta região só entram na parte civilizada da cidade […]

  3. A Angústia de Jacó está às portas. Oremos para que sejam poupadas vidas inocentes que ainda não se converteram ao verdadeiro Messias, Rei e Senhor, Jesus de Nazaré, o Leão de Judá rejeitado pelo povo hebreu!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: