Publicado por: noticiasdesiao | 13 de outubro de 2015

ATAQUES EM RA’ANANA REVOLTAM

AO RESPEITO ELES RESPONDEM COM TERROR

Mulher esfaqueada em Ra'anana
Paramédicos socorrem mulher esfaqueada em Ra’anana

Na planície do Sharon, quatro pessoas foram feridas à faca na manhã de hoje. O ataque aconteceu numa parada de ônibus da Rua Jerusalém, próximo à clínica de reabilitação Beit Loewenstein, em Ra’anana.

Depois de esfaquear suas vítimas, o terrorista, um morador de Jerusalém Oriental com aproximadamente 20 anos, fugiu para a Rua Ahuza perseguido por diversos civis. Um motorista que passava notou a perseguição e deteve o terrorista usando seu próprio carro. Outro motorista, uma taxista, ajudou a dominar o terrorista que foi surrado pela multidão.

As forças de segurança prenderam o terrorista, que foi levado para um hospital.

“Nós vimos o terrorista esfaquear um senhor velho indefeso que estava esperando o ônibus”, relatou uma testemunha. “Percebemos na hora que se tratava de um ataque terrorista e começamos a gritar ‘Terrorista! Terrorista’. Ele jogou a faca e começou a correr em direção à Rua Ahuza. Nós o perseguimos, mas ele tirou outra faca, menor que a primeira, e continuou tentando nos apunhalar”, continuou a testemunha.

“Nós chamamos mais motoristas para nos ajudar e conseguimos detê-lo na Rua Ahuza onde nós lhe demos uma surra. Só depois de dominado é que ele soltou a faca”, concluiu.

No ataque uma pessoa ficou gravemente ferida na parte superior do corpo, inclusive no pescoço. Este e os demais feridos leves foram transferidos para o Centro Médico Meir em Kfar Saba e para o Centro Médico Rabin, de Petah Tikva.

Um pouco mais cedo, um israelense foi levemente ferido em um ataque à faca, em Ra’anana, enquanto esperava o ônibus não muito longe da prefeitura da cidade, que fica justamente na Rua Ahuza.

O terrorista, também morador de Jerusalém Oriental, tentou esfaquear um cidadão que lutou contra o agressor, mas acabou ferido. Diversas pessoas que estavam nas proximidades agiram rapidamente dominando o terrorista, que ficou levemente ferido.

JUDEUS RESPEITAM ÁRABES SEM NENHUMA CONTRAPARTIDA

Já estive diversas vezes em Ra’anana e nunca vi uma única cena de intolerância neste simpático lugar. Como na cidade há um imenso parque, é normal ver crianças de diversas etnias a brincar pelos seus gramados. Todas bem recebidas e devidamente respeitada pelos moradores da cidade. Inclusive as crianças palestinas.

Certa vez vi um grupo escolar chegando. As crianças desceram do ônibus acompanhadas de duas professoras e algumas mães. Saíram a correr pelo parque e depois passearam pelo lago cantando suas músicas tradicionais na maior segurança.

Infelizmente podia-se ver que não havia por parte das professoras – nem das mães – a menor preocupação com a formação moral das crianças. Isso porque muitas delas portavam armas de brinquedo e fingiam fumar imensos cigarros, cena inimaginável nos passeios das escolas judaicas.

Podia-se mesmo ver mães fotografando seus filhos em pose de terroristas. Lamentável.

Crianças Palestinas em Raanana
Crianças palestinas brincam de terroristas e mães palestinas brincam de fotografar mártires

Anúncios

Responses

  1. Essa sociedade árabe é bizarra! E o resto do mundo é um bando de lesados, tapados, não veem isso, fica Israel sozinho gritando e tentando fazer esse povo entender, essa é a impressão que passa.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: