Publicado por: noticiasdesiao | 18 de setembro de 2015

ONU FALA EM PADRÃO DE CONFLITO

CONSELHO DE SEGURANÇA DA ONU CRITICA ISRAEL

Refugiados na Bulgária
Búlgaro critica Israel enquanto ignora o que acontece na fronteira do seu país.

Nickolay Mladenov, Coordenador da ONU para o Processo de Paz no Oriente Médio disse que há um “padrão de conflitos” nas escaramuças que rotineiramente acontecem em torno da mesquita de Al-Aqsa, em Jerusalém. Ora, não é preciso ser especialista para perceber isso, basta ir a Israel e ver a forma como os palestinos tratam os judeus quando estes apenas aproximam-se de uma praça que fica no coração da sua capital.

A malfadada mesquita está erguida num dos lugares mais importantes para a história do povo judeu, o governo de Israel, pressionado pela opinião pública mundial, permite isso orientando seus cidadãos a terem respeito pelos invasores. Poucas vezes ao ano os judeus são “autorizados” a visitar o local e quando o fazem as visitas acontecem sob forte violência palestina.

Evidentemente que há um “padrão de conflitos”, mas este padrão é empreendido pelos inimigos de Israel e não pelo seu povo.

Segundo a Rádio ONU, Nickolay Mladenov “falou também sobre a importância do engajamento internacional e regional e pediu à Israel para reconhecer o ‘potencial da Iniciativa Árabe de Paz’ para a paz e o desenvolvimento econômico da região”.

Mais uma vez a ONU demonstra, através do seu Coordenador para o Processo de Paz, desconhecer ou não querer admitir que o maior problema para a região são os palestinos e não Israel. Quem anda pela região esbarra a todo momento e por todos os lados com veículos da ONU e os funcionários desta organização circulam sem nenhum problema não apenas nas estradas como nos corredores dos departamentos governamentais. Duvido que exista em todo o mundo um país com mais ingerência da ONU do que o Estado de Israel.

Enquanto isso, a Bulgária do Sr. Nickolay Mladenov põe veículos de combate na fronteira com a Macedônia como forma de conter os imigrantes árabes que estão a invadir a Europa. Afinal de contas, o país do Sr. Mladenov não quer que os parentes dos palestinos implementem no seu país os mesmos “padrões de conflitos” que tanto incomodam as autoridades da ONU presentes em Israel.

SE PUDESSE A ONU GOVERNAVA ISRAEL

Na recente viagem que fiz ao norte do país, pude registrar a forte presença da ONU por onde quer que deslocasse. Eis aqui algumas fotos que fiz.

Turista brasileiro observa carro da ONU no norte de Israel
Turista brasileiro observa carro da ONU estacionado no norte de Israel

Carro da ONU próximo a Tel Aviv
Carro da ONU a caminho de Tel Aviv

Turista brasileiro aponta carro da ONU
Turista brasileiro junto a carro da ONU no norte de Israel

Ambulância da ONU no centro de Israel
Ambulância da ONU no centro de Israel

Veículo da ONU em Jerusalém
Veículo da ONU no centro de Jerusalém

Soldado finlandês da ONU entre turistas
Soldado finlandês servindo na ONU passeia entre turistas no norte de Israel

Anúncios

Responses

  1. essa organizacao das naçoes criminosas deveriam ser expulsos de Israel.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: