Publicado por: noticiasdesiao | 21 de julho de 2015

OS PERGAMINHOS DE EIN GEDI

DECIFRADO UM ROLO DA TORAH QUE ESTAVA CARBONIZADOS HÁ 1500 ANOS

Rolo carbonizado detalhado

Em 1970, ao investigarem as ruínas de uma antiga sinagoga em Ein Gedi, um grupo de arqueólogos encontrou um pedaço de carvão que parecia originado da queima de algum pergaminho. A descoberta surpreendeu, mas ao mesmo tempo decepcionou os pesquisadores, pois não havia na época nenhuma tecnologia que pudesse desvendar o que teria sido aquele livro. A minúscula descoberta de 7 cm de comprimento foi depositada numa caixa onde ficou por longos 45 anos.

Agora, quase meio século depois, um sofisticado processo de tomografia computadorizada em 3D revelou que o pergaminho queimado contém trechos de um texto antigo, mais precisamente os primeiros oito versículos do Livro de Levítico.

O que a primeira vista parecia ser apenas um pedaço de carvão, acabou por tornar-se a mais recente descoberta nessa nação que nunca para de recompensar quem vasculha a sua história.

Mapa Ein Gedi
Localização da sinagoga onde foram encontrados os fragmentos carbonizados

O rolo do pergaminho carbonizado foi encontrado dentro de uma Arca Sagrada na antiga sinagoga de Ein Gedi, na costa oeste do Mar Morto, e para ter acesso ao seu conteúdo os cientistas utilizaram a mais avançada tecnologia de digitalização até hoje inventada.

Os sete centímetros severamente queimados foram encontrados ao lado de outros fragmentos que agora supõem-se terem feito parte de uma cópia antiga, provavelmente com mais de 1500 anos, do livro de Levítico da Bíblia hebraica.

Os cientistas que estudam o livro queimado usaram uma intrincada varredura tridimensional que remontou, camada por camada, o livro queimado. Foi aí que, pouco a pouco, foram vindo à tona os oito versículos deste que é o terceiro livro da Torah, justamente num dos trechos onde a Bíblia hebraica detalha as instruções de Deus para como muitos dos rituais e práticas da fé judaica.

Os pesquisadores agora esperam conseguir ler os demais fragmentos carbonizados que foram encontrados ao lado deste rolo maior e crêem que provavelmente possam conter mais passagens do mesmo livro.

Rolo carbonizado detalhes
Fragmentos para os quais ainda não há tecnologia que decifre

O Dr Sefi Porath, um dos arqueólogos que trabalhou com o grupo que descobriu o pergaminho em 1970, está eufórico: “A decifração do rolo, que era um enigma para nós ao longo desses 45 anos, é algo muito excitante. Ein Gedi era uma aldeia judaica no período bizantino e teve uma sinagoga com um piso onde havia um mosaico requintado e uma Arca Sagrada. Acreditamos que o incêndio tenha queimado tudo completamente e nenhum dos seus habitantes voltou para buscar bens valiosos”. Porath acrescentou ainda que os pesquisadores “não têm nenhuma informação sobre as causas do incêndio, mas especula-se que tenha ocorrido em um dos constantes ataques beduínos que aconteceram na região leste do Mar Morto na época do período bizantino”.

Rolo Carbonizado Fragmentos
Mais porções da Torah encontradas na sinagoga incendiada

As pesquisas foram conduzidas pela Autoridade de Antiguidades de Israel, que têm trabalhado com a Merkel Technologies Company nos processos de digitalização de alta resolução dos Manuscritos do Mar Morto.

O fragmento de Ein Gedi foi digitalizado como parte deste trabalho e, em seguida, remontado com o uso de um software de imagem digital utilizado pela equipe do professor Brent Seales, da Universidade de Kentucky, nos Estados Unidos, o que permitiu aos investigadores praticamente desenrolar o pergaminho.

Esta foi a primeira vez na história que uma escavação arqueológica encontrou um rolo da Torah dentro de uma Arca Sagrada e em uma sinagoga.

Rolo carbonizado sob raios-x
Foram utilizadas modernas formas de digitalização de imagens

O Dr Porath relembrou que por ocasião das escavações, em 1970, além dos fragmentos carbonizados foram encontrados um candelabro de 7 braços em bronze (menorah); uma caixa de coleta da comunidade (tsedakah), contendo cerca de 3.500 moedas; lâmpadas de óleo feitas de vidro e cerâmica e vasos que continham vestígios de perfumes.

O Dr. Pnina Shor, curador e diretor do Projeto Rolos do Mar Morto, comemorou o resultado final das investigações dizendo: “Esta descoberta nos surpreendeu absolutamente! Estávamos certos que seria um tiro no escuro, mas decidimos tentar e fazer a varredura do rolo queimado de qualquer maneira. Agora, não só podemos legar os Manuscritos do Mar Morto para as gerações futuras, como também temos uma parte da Bíblia encontrada numa Arca Sagrada dentro de uma sinagoga de 1.500 anos”.

Rolo carbonizado sob lupa
Uma réplica era reconstruído a medida em que o rolo era decifrado

O QUE FOI DECIFRADO

A distribuição dos trechos e palavras que puderam ser decifradas e o posterior encaixe das demais nos espaços onde estariam as partes ilegíveis confirmam, com absoluta precisão, tratar-se do início do livro de Levítico. Para que os leitores do NDS compreendam a reconstrução, vejam no texto abaixo os mesmos versículos à partir da versão Almeida Corrigida e Fiel, que é publicado no Brasil pela Sociedade Bíblica Trinitariana (SBTB). Os destaques em negrito mostram aquilo que foi decifrado pelos cientistas.

“E chamou o Senhor a Moisés, e falou com ele da tenda da congregação, dizendo:
Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando algum de vós oferecer oferta ao Senhor, oferecerá a sua oferta de gado, isto é, de gado vacum e de ovelha.
Se a sua oferta for holocausto de gado, oferecerá macho
sem defeito; à porta da tenda da congregação a oferecerá, de sua própria vontade, perante o Senhor.
E porá a sua mão sobre a cabeça do holocausto, para que seja aceito
a favor dele, para a sua expiação.
Depois degolará o bezerro perante o Senhor; e os filhos de Arão, os sacerdotes, oferecerão o sangue, e espargirão o sangue em redor sobre o altar que está diante da porta da tenda da congregação.
Então esfolará o holocausto, e o partirá nos seus pedaços.
E os filhos de Arão, o sacerdote, porão fogo
sobre o altar, pondo em ordem a lenha sobre o fogo.
Também os filhos de Arão, os
sacerdotes, porão em ordem os pedaços, a cabeça e o redenho sobre a lenha que está no fogo em cima do altar” (Levítico 1.1-8).

Rolo Carbonizado
45 anos guardado sob os melhores cuidados

Rolo Carbonizado Visão Ampla
Fragilidade do achado arqueológico era o maior desafio

Rolo carbonizado decifrado
Resultado produzido pelos scanners de altíssima resolução

VEJA O FILME

Veja no vídeo abaixo as condições em que se encontravam o minúsculo rolo e vocês poderão perceber o quão desafiador foi o esforço que levou 45 anos para ser decifrado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: