Publicado por: noticiasdesiao | 20 de março de 2013

VISITA DE ALTO RISCO

E SE OBAMA FOSSE ASSASSINADO NA PALESTINA?

Caso queira, Barack Obama poderá passear tranquilamente por Tel Aviv. Já em Beit Lehem a situação é bem mais complicada.

Árabes da Judeia e Samaria hostilizam presidente norte-americano

Árabes da Judeia e Samaria hostilizam presidente norte-americano

BARACK OBAMA VISITA ISRAEL

Pouco depois das 12 horas desta quarta-feira, horário de Jerusalém, a fortaleza voadora Air Force One pousou no Aeroporto Internacional Ben Gurion, nas proximidades de Tel Aviv. Lá estavam o Presidente de Israel, Shimon Peres e o Primeiro Ministro Benjamin Netanyahu para receber o Presidente dos Estados Unidos Barack Obama.

Shimon Peres, Barack Obama e Benjamin NetanyahuNa saudação de boas vindas, Shimon Peres disse: “Sr. Presidente, sua visita é uma demonstração de orgulho da profunda relação que existe entre nossas duas nações. Um mundo sem a liderança dos Estados Unidos, sem a sua voz moral, seria um mundo mais escuro. Um mundo sem a amizade dos Estados Unidos suscitaria agressões contra Israel. Do fundo do nosso coração, ‘todá rabá’ Sr. Presidente. Obrigado! Seja bem-vindo Sr. Presidente!”

Quanto a Benjamin Netanyahu, o calor das palavras não foi diferente. “Na primeira viagem internacional do seu novo mandato o senhor escolheu Israel como destino”, frisou o premiê, “obrigado Sr. Presidente por estar apoiando Israel neste momento de mudança histórica”.

Ao ver tudo o que se passava no Ben Gurion, emocionado, Obama agradeceu “ao povo de Israel pela recepção incrivelmente calorosa”, acrescentando, em hebraico: “É bom estar em Israel novamente!” Depois, completou: “Vejo esta visita como uma oportunidade de reafirmar o vínculo indissolúvel que une nossas nações, para reafirmar o compromisso inabalável da América com a segurança de Israel e de falar diretamente com o povo de Israel e com os seus vizinhos”. E, logo depois, acrescentou: “Estou confiante em declarar que a nossa aliança é eterna, é para sempre”.

Num momento de descontração, o Primeiro Ministro disse ao Presidente dos Estados Unidos que, caso fosse do seu interesse, o serviço de segurança de Israel tem total condições de estabelecer um perímetro em torno dele e da sua equipe para que possam caminhar livremente por Tel Aviv. A proposta de Netanyahu deve-se ao fato de que Obama comentou, numa entrevista no início desta semana, que tinha vontade de conhecer melhor a segunda mais importante cidade israelense. Falando ao Canal 2, o presidente disse que “gostaria de colocar um disfarce e passear por Tel Aviv”.

Na quinta-feira o presidente Barack Obama vai passar a maior parte do dia na Judeia, que está temporariamente sobre domínio árabe e cuja segurança está à cargo da Autoridade Palestina. Será que eles podem dizer o mesmo? O que aconteceria se Barack Hussein Obama fosse assassinado na Cisjordânia?

CLIMA PESADO NA JUDEIA E SAMARIA – CLIQUE AQUI E VEJA VÍDEO.

Anúncios

Responses

  1. Incrível! Por que ele está insistindo nessa ideia quase suicida?

    • Ele insiste por que é o líder mais anti-ocidental dos últimos tempos…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: