Publicado por: noticiasdesiao | 21 de março de 2012

EUROCINISMO

CHEFE DA DIPLOMACIA EUROPEIA IRRITA ISRAEL

Catherine Ashton, chefe da diplomacia da União Europeia, fez um discurso infeliz na manhã de hoje. Numa cerimônia oficial, comparou o assassinato das três crianças judias em Toulouse, na França, com as crianças que morrem na Faixa de Gaza.

Poucas horas depois, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, fez um pronunciamento onde demonstrou toda sua irritação com a infeliz comparação.

“O que me irrita especialmente é a comparação entre a matança deliberada de crianças e as atividades defensivas cirúrgicas das Forças de Defesa de Israel que têm por objetivo atingir terroristas que usam crianças como escudos humanos”, afirmou Netanyahu.

A comparação da diplomata europeia foi completamente descabida. O que aconteceu em Toulouse é que um terrorista foi até uma escola de um pacato bairro residencial, numa cidade distante milhares de quilômetros de qualquer área de conflito, apontou uma arma para a cabeça de três crianças e disparou. Barbárie pura e simples.

No caso das crianças mortas na Faixa de Gaza, terroristas inescrupulosos usam a vida de crianças do seu próprio povo – mas nunca os seus próprios filhos – como escudos humanos para perpetrar crimes hediondos.

Sabendo que Israel ataca cirurgicamente os locais de onde são disparados foguetes contra o seu território, os terroristas árabes acoitados na Faixa de Gaza, instalam bases de lançamento dentro de escolas ou no jardim de creches, pois sabem que Israel não ataca alvos civis.

Quando estas bases de lançamento são alvejadas e crianças morrem, os auto-proclamados palestinos (sic) exibem suas crianças mortas como macabros troféus da suja guerra mediática que travam contra Israel.

Quando telespectadores desinformados ou leitores semi-alfabetizados são enganados por este tipo trapaça, nós não nos surpreendente, mas quando vemos uma diplomata, do nível da Sra. Ashton, caindo numa armadilha tão tosca como esta, lamentamos profundamente.

Anúncios

Responses

  1. Ele não caiu em nenhuma armadilha ele sabe muito bem das diferenças ele foi desonesto mesmo e ao fazer está comparação descabida ele está inpliciamente falando que este ato covarde de terrorismo foi justificado por que Israel se defende dos ataques terroristas que sofre e um pensamento asqueroso mas foi isto que ele dise

  2. Independente dos motivos e das razões, crianças foram mortas e vidas de pessoas que não tem nada a ver com o conflito diretamente foram ceifadas…Eu acho que entendi o discurso da Sra. Ashton, embora ela não tenha sido substancialmente clara em dizer que qdo Israel mata crianças é
    porque não teve alternativas. A guerra é sempre injusta para ambos os lados, nem o discurso palestino nem o de Israel justifica suficientemente a morte de ninguém. Eu apenas tenho pena de atos loucos e bárbaros como o que o atirador palestino perpertrou na França, visto que ele foi motivado pela frequente lavagem cerebral que os radicais islâmicos conseguem fazer em alguns do
    seu povo.

  3. O comentário de Catherine Ashton é o que a maioria desiformada pensa e propagada. Muito bom seus esclarecimentos.

  4. Parabens pelo o aniversário do blog. A cada dia os artigos trazido por você tem ajudado a esclarecer melhor questões que envolve o Estado de Israel.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: