Publicado por: noticiasdesiao | 18 de outubro de 2011

MANIPULAÇÕES, TEXTOS E CONTEXTOS.

COMO A MÍDIA BRASILEIRA “OUVIU” SHALIT

Frase citada fora do contexto – ou sem contexto algum – mostra como as notícias chegam aos brasileiros medianos, leitores parciais das notícias internacionais.

As palavras de Gilad Shalit vistas sob a perspectiva de uma mídia enviesada

DISTORÇÕES

Conforme nosso blog informou, em primeira mão na imprensa brasileira, Gilad Shalit concedeu uma confusa entrevista assim que passou para as mãos das Forças de Defesa de Israel. Na oportunidade, uma entrevistadora árabe disse ao debilitado refém, que havia mais de 4.000 prisioneiros palestinos (sic) em prisões israelenses. Depois – a meu ver até com uma certa ironia – perguntou se ele ia “fazer alguma campanha pela libertação destes prisioneiros”.

Eu estava acompanhando a entrevista ao vivo e fiquei completamente exasperado com o inoportunismo da colocação. Enquanto isso, com o olhar vagando, Shalit esperou pela tradução da pergunta. Pareceu não entender bem o sentido da mesma, uma vez que realmente não fazia sentido, pois feita da forma como foi, pareceu nivelar os dois casos.

Fica claro na expressão do jovem que ele está confuso com a pergunta. E sua resposta reflete esta confusão. Aparentemente ele não sabe ao certo se a jornalista está se referindo àqueles que serão soltos em troca da sua libertação ou se está a referir-se aos demais que continuarão presos.

E é neste contexto conturbado, partindo de uma pergunta despropositada, que ele responde: “Espero que este acordo ajude a realizar a paz entre os dois campos”.

Pronto. Foi o suficiente para que sua frase fizesse dele um intercessor pela “paz” entre judeus e palestinos. Pelo menos é a leitura que boa parte da mídia está fazendo. E é claro que – aparentemente também – são os judeus os responsáveis por este inconveniente impasse.

O Portal G1 – da Rede Globo – estampou manchete dizendo “Soldado israelense pede paz para o Oriente Médio” enquanto o UOL, numa manchete no mesmo tom, afirma que “Shalit espera que o acordo favoreça a paz“. Pelo jeito, se depender da imprensa brasileira já temos o próximo Nobel da Paz.

O momento não é de especulações. Deixemos que os bem alimentados terroristas libertos saboreiem sua suposta vitória (as ruas de Gaza e as de algumas cidade da Judéia e da Samaria estão tomadas pelas festas neste momento) e depois que a poeira assentar veremos o que nos revelará o Sargento Gilad Shalit. O importante para ele agora é rever sua família e recuperar o peso perdido graças a fantástica e humaníssima hospitalidade islâmico-palestina.

Anúncios

Responses

  1. Infelizmente é assim que a mídia brasileira noticia qualquer assunto ligado a Israel: com distorções e mentiras. Um verdadeiro Lashon Hará institucionalizado.
    .
    A exemplo da notícia da folha de São Paulo publicada em: http://www1.folha.uol.com.br/mundo/992479-soldado-israelense-volta-para-casa-apos-encontrar-familia.shtml
    .
    O Jornal noticiou que Shalit afirmou que ficaria “muito feliz se fossem libertados todos os presos palestinos, para que possam voltar a suas famílias” como se Israel fosse o grande criminoso que prendesse pessoas a toa… e depois focou a notícia toda na “comovente” libertação dos presos palestinos como se eles fossem as grandes vítimas… enfim: total distorção.
    .
    Como já falei, Israel errou ao aceitar fazer acordo de troca de prisioneiros, pois perdeu Soberania e ainda saiu-se mal na mídia internacional (que de qualquer forma manipularia a notícia contra Israel).
    .
    O único caminho digno era exigir a imediata libertação de Shalit ou destruir todos os envolvidos no sequestro de Shalit. (de qualquer maneira a mídia internacional criticaria Israel)
    .
    Ainda bem que o site Notícias de Sião, o Beit Chabad e o Café Torah existem para que o leitor de língua portuguesa não fique totalmente perdido nesse mar de hipocrisia e manipulação que é a mídia brasileira.
    .
    Abraços,
    .
    Sebastião Marques

    • Shalom, Marques. Concordo plenamente com suas palavras. E sou grato por colocar nosso blog no mesmo nível do Beit Chabad e do Cafetorah. A modéstia o impediu de citar o http://www.matutando.com/ que é muito bom. Shalom chaver.

  2. Que bom que podemos contar com seus comentários fiéis aos fatos sobre o que ocorre com Israel. O comentário aqui do Sebastião Marques também diz tudo sobre o que pensamos e sabemos. Parabéns e continue a nos trazer boas e verdadeiras informações para que possamos transmitir aos outros.

    Abraço a todos e em especial ao meu amigo Roberto,

    Alexandre Aquino

    • Shalom, Alex. Lamentavelmente, boa parte da mídia não tem interesse quase que nenhum em aprofundar as informações sobre o que se passa em Israel. E há também aqueles que aproveitam a complexidade das situações para semearem suspeitas à respeito do Estado Judaico. Esta é a razão pela qual nos esforçamos em mostrar aquilo que pouco se vê na mídia. Obrigado pela fidelidade no acompanhamento do nosso blog. Fraterno abraço a toda sua família.

  3. […] Publicado em Sem categoria « MANIPULAÇÕES, TEXTOS E CONTEXTOS. […]

  4. A Grande Midia Brasileira é com raras exceções antissemita. E com o governo comunista brasileiro ela está cada vez mais assanhada pela ideologia estatal, que é pro palestinos, anti Israel e anti EUA.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: