Publicado por: noticiasdesiao | 20 de janeiro de 2011

TU BISHVAT

TU BISHVAT, O ANO NOVO DAS ÁRVORES

Antes de me mudar para Israel com minha família, visitei Israel sozinho. A primeira impressão que tive da Terra Santa foi impactante! Como nasci e cresci próximo ao campo, em meio às árvores, tenho uma ligação afetiva muito grande com a natureza e antes de edifícios históricos, monumentos ou qualquer outra atração física, quando visito um local pela primeira vez é para elas, as árvores, que vão os meus olhares.

Cheguei a Israel pela primeira vez em pleno Succot. Como vim a perceber depois, não é nada fácil andar por Israel durante festas e feriados. Não há transporte público, o transporte particular é praticamente inexistente e não encontramos quase nada aberto. Por isso, o aeroporto Ben Gurion estava às moscas.

Durante a viagem percebi que havia um grupo de turistas pentecostais do Rio de Janeiro, e foram eles que, gentilmente, ofereceram-me carona até Jerusalém. E foi aí então, outdoor, tive minha primeira e impactante impressão sobre Israel.

Três coisas chamaram-me a atenção neste primeiro momento: A exposição ostensiva da Bandeira de Israel; a bandeira palestina ao lado do motorista do ônibus que nos levou de Tel Aviv para Jerusalém e as árvores. Nos morros, encostas, escarpas, todos os lados. Para onde nos viramos em Israel, avistamos árvores.

Na medida em que fui conhecendo mais o país e sua cultura, fui percebendo que o israelense tem uma verdadeira obsessão por arborização. Não é a toa que num momento em que se fala tanto em desmatamento, Israel é o único país do mundo que conseguiu a proeza de fazer o deserto recuar.

O povo de Israel tem uma longa tradição de respeito à natureza. Há milhares de anos a Torah já fala falava daquilo que hoje se convencionou chamar de Movimento Conservacionista. No versículo 19 do capítulo 20 de Devarim (Deuteronômio) encontramos a seguinte recomendação: “Quando sitiares uma cidade por muitos dias, pelejando contra ela para a tomar, não destruirás o seu arvoredo, colocando nele o machado, porque dele comerás; pois que não o cortarás”. Esta atitude era revolucionária para a época. Afinal de contas, a tradição dos povos de então era uma política de terra devastada no caso de guerras.

Até hoje, em todo Estado de Israel, observa-se uma preocupação coletiva de preservação da natureza. Nas diversas viagens que fiz pelo país, principalmente naquelas em que fui acompanhado do meu amigo Miguel Nicolaevsky (Diretor do Site Cafetorah), recebi tremendas lições do que vem a ser uma verdadeira preocupação com a ecologia. Portanto, não nos surpreende que Israel dedique um dia do ano para celebrar esta ligação com a natureza, principalmente com as árvores. Este dia é hoje, 15 de Shevat no calendário vigente em Israel, o Calendário Bíblico, e 20 de janeiro (em 2011) no calendário ocidental, o Gregoriano. É o dia de Tu Bishvat.

Em Israel, Tu Bishvat é o primeiro dia do “Ano Novo das Árvores.” É quando as árvores da Terra Santa começam a ter os primeiros brotos que arrebentarão após o inverno e inicia-se o novo ciclo de produção das frutas.

Segundo os judeus, “o ‘Ano Novo das Árvores’ está relacionado aos vários dízimos que devem ser separados da produção cultivada na Terra Santa. Estes dízimos diferem de ano para ano no ciclo Shemitá de sete anos; o ponto no qual o rebento de fruta é considerado como pertencendo ao próximo ano do ciclo é 15 de Shevat”.

A Tradição diz que no dia de Tu Bishvat deve-se comer do fruto da terra, principalmente “Os Sete Tipos”: Trigo, cevada, uvas, figos, romãs, azeitonas e tâmaras.

Nos tempos modernos, trata-se também do momento em que pessoas plantam árvores por todo país. É uma festa. Principalmente para as crianças.

Aproveito do momento para compartilhar com vocês algumas fotos que eu tirei tendo a natureza como pano de fundo. Afinal de contas, é Tu Bishvat. Chag Sameach.

Os judeus têm uma organização mundial voltada exclusivamente para projetos de reflorestamento do Estado de Israel. É a KKL.

Rua AMOR em Hod HaSharon

Arborização em Kfar Saba

Apesar das tempestades de areia, as árvores equilibram a paisagem em Beersheva

Ao lado de um sítio arqueológico no norte de Israel, um belo local para sentar e apreciar.

Tamareiras equilibram a paisagem enquanto as crianças brincam em Beersheva.

Palavras não explicam e fotos não transmitem toda a beleza desta flor. Só mesmo vendo. Suas pétalas são rígidas, com uma textura quase que metálica.

Gordon Street, uma das belas e arborizadas ruas de Tel Aviv.

Pássaro repousa numa árvore em Hod HaSharon

Figueira se debruça sobre o exato local onde começam a correr as águas do Rio Jordão.

À sombra das árvores, aqui começa o Rio Jordão.

Margens arborizadas do Mar Morto.

Israel é o único país do mundo que está fazendo o deserto recuar.

Tendo ao fundo o Mar da Galiléia, vegetação lembra - inspira - o design da Menorah.

Crianças brincam na arborizada Modiin, a cidade dos irmãos Macabeus.

Oliveira ao lado das Muralhas de Jerusalém

Fauna e flora se encontram em Kfar Saba

Descansando à sombra num Shabat em Kfar Saba.

Reflorestamento em Latrun

Ruínas próximas ao Líbano no norte de Israel.


Rua Shalom Alechem em Petah Tikva.


Tamareira ao pé da Muralha de Jerusalém.


Tamareira na Zinzidoff Square em Tel Aviv


Avenida Central em Hod HaSharon num Shabat.


Subindo para Jerusalém, pela janela do trem minha filha observa as colinas arborizadas de Israel.

Anúncios

Responses

  1. Obrigado, amado irmão, pelas informações e fotos. Muito bom.

  2. Muito bom, belas fotos, Israel precisa de blogs como este.

  3. Pelo que vemos em fotos e reportagens, Israel faz um bom trabalho de arborização . Também é bom ver que os israelitas não tem preconceito contra árvores exóticas, trazendo espécies de outros continentes. Em Beersheva vemos um Jacarandá Mimoso (Jacaranda mimosaefolia) oriundo da Argentina, o Flamboyant (Delonyx nigra) do sítio arqueológico, natural de Madagascar e um calistêmon em Had HoSharon, da Austrália.

    • Obrigado pelas observações Marcos. Para mim, são apenas árvores (risos). Nunca aprendi a diferenciar uma das outras. A menos que um tenha mangas penduradas e a outra laranjas (risos). No bosque de Latrun – que aparece em algumas das fotos – há um projeto para se plantar cada uma das espécies de árvores citadas na Bíblia. Se um dia alcançarem este intento, espero fotografar uma por uma e postar as fotos com as devidas referências. Se eu errar em alguma coisa e você souber, corrija-me por favor.

  4. Shalom Roberto
    Muito linda essa reportagem ecológica.
    Realmente, andar por Israel é gratificante.Além das arvores tem as maravilhosas flores em todos os canteiros.Em Jerusalém tem muitos giraneos , bem cheirosos e bem coloridos.Fiquei feliz de saber que vc é amigo do Miguel.
    Um abraço
    Baruch HaShem

  5. Que maravilha Roberto!
    Abençoado seja!
    Realmente temos coisas nesse mundo que são divinamente belas. Ao contemplarmos suas fotos sente-se a presença de nosso Criador.Me impressionou todas as fotos,até porque por onde ando, fotos são para mim a resposta de várias perguntas sobre a natureza, sobre os dons. Sua filha está enorme, e tem o privilégio de testemunhar tais belezas. Parabéns amigo!
    Vou comentar em meu blog e fazer algumas comparações, pois a flora de Israel, assemelha-se à nossa em algumas espécies, como é o caso da árvore do Parque com o banco abaixo. Muito linda! E a oliveira então? Abençoada sempre!
    cheiros do Ceará!

  6. Voce é demais. Simplesmente voce consegue transmitir a alegria que sentiríamos, se pudéssemos estar aí. Obrigada, grande amigo, pelas fotos maravilhosas. Muita saude para voce e a toda a sua familia. Shalom, Shalom. Maria Lucia.

  7. Shalom, amado!
    Essas fotos nos fazem relembrar vários locais pelos quais passamos quando estivemos em Israel…. é impressionante e emocionante vermos o que o Eterno faz…Continuamos em oração… por vocês e por Israel!
    Grande Abraço!

  8. Fico em lágrimas de júbilo por ver que um país tão atacado pelo inimigo, oferece ainda essas paisagens! Se eu visse fotos com as características das apresentadas por você mas que não fossem de Israel, talvez eu as analizasse como “bonitas”. Mas por ser plantadas e cuidadas por esse povo a quem tanto amo no amor do Senhor, fico sem palavras…
    Que Deus continue guiando e abençoando a você e a todos os seus e que Ele ainda nos permita fitar as futuras fotos!
    Shalom!!!

  9. Realmente eu não sabia que havia esse interesse por árvores em Israel. Fiquei feliz, pois o que mais gosto neste mundo é olhar o que D’us criou, como as árvores são lindas e nos dão tanto, sombra, frescura, ar, flores que alegram nossos olhos, frutos que nos reanimam, proteção, não só a nós mas a todos os seres viventes e ainda protegem o solo e onde há árvores, as chuvas são controladas, na medida certa. Que D”us maravilhoso, que criou um mundo tão lindo, cheio de verde. Louvado seja O ETERNO sempre, pois é Perfeito! Interessante é que minha filha gostaria de plantar uma árvore para cada filho que O ETERNO lhe desse. Vou mostrar-lhe esta matéria sobre o dia da árvore em Israel para ela. Obrigada por ter me abençoado. No nome de Yeshua meu Senhor. (Sonia.)

  10. A Paz do… Hoje em dia esta difícil completar este cumprimento, pois não sabemos se o que o ouve se ofende. É pena!

    Belas fotos, elas me fazem lembrar um filme da Arca de Noé. Nele Noé chora pelos homens sem Deus, e seus filhos lhe perguntam: O senhor está chorando por causa do que os homens estão fazendo? E Noé lhes responde: Eu estou chorando não pelo que os homens se tornaram, mas pelo que eles poderiam ter sido!

    Vendo essas fotos, esse ambiente de paz, eu também “choro” como o Noé do filme, pois verse claramente que os homens poderiam fazer grandes e maravilhosas coisas, mas preferem se autodestruírem. É pena!

    André M. dos Santos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: