INCÊNDIO EM ISRAEL

TRAGÉDIA SEM PRECEDENTES EM ISRAEL
por Miguel Nicolaevsky, do Cafetorah.

Ortodoxos observam maior incêndio florestal da história de Israel

Por volta das 11:00h desta quinta-feira, 2, irrompeu um incêndio de grande magnitude num dos estreitos vales na cordilheira do Monte Carmelo, junto ao seu platô central. Com ventos fortes e o ar seco, o incêndio espalhou-se rapidamente por diversas regiões.

Cerca de 30 famílias foram evacuadas da vila druza de Ussefia e todos os presos de uma penitenciária da região foram retirados também. Na operação, um ônibus foi cercado pelo fogo. No coletivo estavam 50 passageiros e a estimativa é que pelo menos 40 deles já estejam mortos.

Segundo o serviço carcerário e o corpo de bombeiros, a maior parte dos mortos fazia parte da equipe de policiais carcerários que vieram da região central do país para ajudar na evacuação da penitenciária. O incidente ocorreu a sudoeste do Monte Carmelo, na região o Kibbutz Beit Haoren. A vila druza de Ussfia e a Universidade de Haifa estão nesta área, que inclui a maior parte do Parque Nacional do Monte Carmelo.

As forças de segurança e salvamento estão na região com dezenas de ambulâncias para resgatar e tratar dos feridos, com o apoio do corpo de bombeiros.

Ônibus da Polícia Israelense foi surpreendido pelas chamas

Todos os anos centenas de incêndios irrompem em florestas israelenses espalhando a destruição pelos bosques da Terra Santa. O fenômeno ocorre principalmente devido ao calor e ao ar extremamente seco do Oriente Médio. Alguns destes incêndios podem levar perigo aos moradores de regiões próximas as florestas de coníferas.

O incêndio desta quinta-feira já é considerado um dos mais graves da história recente de Israel. Desde a manhã diversas regiões foram evacuadas e até mesmo os estudantes da Universidade de Haifa foram liberados devido a gravidade do sinistro.

O risco de morte é grande, pois tanto bombeiros quanto os repórteres que cobriam o acontecimento estavam tendo dificuldade de permanecer nas proximidades.

As forças do corpo de bombeiros e o exército estão utilizando tratores e escavadeiras para criar barreiras físicas a fim de evitar que o fogo continue a se espalhar na região, pois devido ao vento, o controle por meios convencionais está cada vez mais difícil.

O Primeiro Ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, ao sair de uma reunião na casa de Shimon Peres, fez um apelo aos países próximos – Chipre, Grécia e Rússia – pedindo apoio com equipes preparadas para incêndios de grande escala.

O presidente de Israel, Shimon Peres declarou que o país todo está apreensivo e orando pelas vítimas e pelos que ainda estão em risco de morte.

As pessoas que foram evacuadas para os hospitais chegaram com mais de 80% de queimaduras no corpo.

O fogo teria iniciado em três pontos diferentes, o que levanta a suspeita de que as queimadas teriam sido provocadas, fato que já ocorreu no passado e normalmente estão ligados ao conflito árabe-israelense.

Para-médico da Magen David Adom resgata queimado

Dados atualizados em 03/12/2010 às 00:10h

Nas últimas horas as forças de socorro e de segurança estão evacuando e solicitando aos moradores da Vila dos Artistas, Ein Hod, o vilarejo árabe Ein Hud, e mais duas outras localizações além de Nir Etzion e se evacuarem da região. Alguns bairros da cidade de Ussfia estão sendo esvaziados e até mesmo a cidade de Tirat HaKarmel está em risco e as forças de defesa estão preparando-se para evacuar parte da população.

Os primeiros feridos da cidade de Tirat HaKarmel já estão sendo levados para hospitais no centro de Israel.

Após mais de 12 horas de incêndio, as forças de defesa e os bombeiros declaram que o incêndio está mudando constantemente de direção e que perderam o controle do fogo, uma equipe da Bulgária com equipamento e materiais químicos fornecidos pela França estará chegando a Israel nesta madrugada para dar apoio às equipes de bombeiros de Israel.

Até agora já foram reconhecidos os corpos de 36 mortos de um total de 40. Um dos feridos em estado grave é um coronel da polícia que foi responsável as primeiras evacuações no Kibbutz Beit Oren no Monte Carmelo.

Por volta das 23:00h começaram a ser evacuados mais dois bairros da cidade druza de Ussfia. O incêndio que havia começado junto aos bairros ao sul da cidade de Tirat Hakarmel foi controlado e afastado da população.

Por volta das 00:00 h já haviam sido evacuados cerca de 12.000 habitantes. As pessoas estão sendo encaminhadas para abrigos temporários no centro do país.

Notícias: Cafetorah
Fotos: Reuters e AFP

Anúncios

Um comentário sobre “INCÊNDIO EM ISRAEL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s