Publicado por: noticiasdesiao | 11 de junho de 2010

SUSTO NO ORIENTE MÉDIO

SALVAMOS NOSSAS VIDAS!

Salvamos nossas vidas, diz brasileiro vítima de grupo criminoso num país do Oriente Médio. Segundo o cônsul brasileiro, eles caíram em um golpe. Aliviados por terem escapado da morte, um grupo de dançarinos brasileiros chega a São Paulo nesta sexta-feira, 10, vindos do Oriente Médio.

O dançarino Paulo Franco que escapou da morte no Oriente Médio: Só estarei aliviado quando passar pelo controle de Passaporte.

O CASO

Está prevista para esta sexta-feira, 11, a chegada ao Brasil do grupo dez brasileiros que foram vítimas de um golpe quando realizavam uma série de apresentações de dança no Oriente Médio. De acordo com o Consulado do Brasil na capital do país onde o grupo foi vítima, os brasileiros deixarão o Oriente Médio às 10h40 locais (5h40 de Brasília) em direção a São Paulo, onde deverão chegar por volta das 19h locais.

“Só estarei mais aliviado quando passar pelo controle de passaportes, na hora do embarque amanhã, e receber o carimbo de saída do país”, contou, por meio de mensagem instantânea ao Portal da Rede Globo G1 o líder do grupo, o carioca Paulo Franco, que está agora sob proteção do consulado. Segundo ele, estão todos muito abalados psicologicamente.

Ele e os outros nove artistas viajaram no início de maio para o Oriente Médio onde fariam uma série de apresentações de danças brasileiras e de capoeira em hotéis. O contrato de seis meses previa um salário mensal de US$ 10 mil, com até duas apresentações por dia.

Logo que chegou ao país de origem, Franco disse que entregou o contrato para ser assinado e o pedido de Visto de trabalho ao diretor da empresa que os contratou, mas este não teria assinado os papéis. Além disso, os artistas teriam sido hospedados inicialmente em condições precárias e não receberam nenhuma parte dos salários.

De acordo com o cônsul-geral do Brasil, Michael Monteiro Gepp, o grupo foi vítima de um golpe que é cada vez mais comum no país, praticado por uma organização criminosa com braços no Rio e em São Paulo.

“Existem em São Paulo agências de modelos fantasmas. São essas pessoas que administram a ida de grupos de dançarinos para o exterior. Tivemos provas disso há coisa de dois meses, quando um grupo de capoeiristas sofreu o mesmo tipo de golpe, não receberam nada do combinado, mas pegaram avião de volta e chegaram sãos e salvos no Brasil”, afirma o cônsul.

O cônsul-adjunto do Brasil foi enviado à cidade onde o fato aconteceu para acompanhar o grupo, que, após denunciar o caso à polícia, ficou detido por não aceitar entregar os passaportes para serem deportados. Segundo o cônsul, o Ministério das Relações Exteriores daquele país também foi acionado, e ficou acertado um período para que eles pudessem deixar o país. “Todos estão saindo de cabeça erguida, sem o carimbo de deportação”, disse Gepp.

Ainda assustado com o que aconteceu, o responsável pelo grupo teme falar sobre o que passou no país. “A única coisa que posso dizer no momento é que conseguimos salvar nossas vidas! Mas só me sinto seguro em falar tudo o que passamos aqui nestes últimos dias desde que denunciei o caso estando no Brasil. Não sabemos direito com quem estamos lidando”, afirma Paulo Franco.

Segundo o diretor do grupo, ao chegar ao Brasil os artistas ainda enfrentarão outro problema: como muitos são de fora de São Paulo e contavam com o cachê que receberiam pelas apresentações, não têm como retornar as suas cidades. “Não recebemos nada e o que tínhamos de reserva acabou faz tempo”, lamenta.

Aqui termina a matéria do G1.

FOI EM ISRAEL?

Omiti o nome do país de propósito. Não sei o que o leitor pensou à medida que ia lendo. Na minha experiência, quando alguma notícia ruim sobre o Oriente Médio é publicada, logo se pensa em Israel.

“Atentado à bomba mata 10 em feira livre!” (Tá vendo! E você ainda quer ir para um lugar desses.) “Carro bomba explode diante da Embaixada Americana no Oriente Médio.” (Você é um louco, expondo sua família a tantos riscos.) “Mulher espancada pelo marido foge deixando a família.” (Você não teme que seus filhos não tenham condições de acompanhar os estudos quando voltarem para o Brasil?) “Mulher é apedrejada por não usar burca.” (Você é um Irresponsável!).

Bem, TODAS estas frases foram dirigidas a mim quando souberam da minha intenção de morar em Israel. Par boa parte dos brasileiros, Israel é O Oriente Médio e o Oriente Médio É Israel. Por isso, não duvido que lendo a matéria acima sem a devida identificação do país, muita gente pensaria logo em… Israel.

Mas não, ESTE FATO ACONTECEU NA TURQUIA!

E é da Turquia a IHH, a organização terrorista que organizou a famigerada “Flotilha da Liberdade”. E é da Turquia o navio Mavi Marmara, que atacou os soldados das Forças de Defesa de Israel. E foi com a Turquia que a diplomacia brasileira se sentou o mês passado para forjar uma negociação visando barrar medidas de sanção contra o Irã. E foi com Turquia que APENAS O NOSSO PAÍS se juntou para votar contra as sanções impostas pela ONU ao Irã.

Por outro lado, só não vou falar dos shows e espetáculos que os grupos brasileiros apresentam aqui em Israel e como nossos artistas são tratados, pois o show-bizz não é a minha praia. Como conheço diversos brasileiros que o são, eles dizem fascinados como são bem tratados por aqui. Há até um, paraibano de nascimento, mas cearense por adoção, chamado Ba Freyre que fez de Israel seu lar permanente e é um dos artistas brasileiros mais querido pelos israelenses.

Amigos leitores, o show de terror vivido por este grupo brasileiro aconteceu sim no Oriente Médio. Mas não em Israel. Para tristeza da mídia anti-semita que adoraria uma pauta como essa para encher seus jornais de rancor contra os judeus.

Agora, resta esperar e ver como as “cineastas brasileiras”, tão amigas dos “ativistas humanitários” turcos, vão reagir a esta truculência. Resta saber como a “diplomacia brasileira”, que apertou efusivamente a mão do presidente turco, vai fazer diante da violação dos direitos destes brasileiros.

Quanto ao mais, neste final de semana aqui em Israel terá festa brasileira nas praias do Mediterrâneo. Afinal de contas, é Copa do Mundo, os israelenses amam o nosso país e diversos artistas, bem pagos, se apresentarão em bares temáticos pintados em verde e amarelo.

Loteria Israelense sorteia Férias para Dois no Brasil. Amor não correspondido.

Anúncios

Responses

  1. Eu em particular não me preocupo muito com as criticas negativas que fasem à Israel, mesmo porque eles são um povo especial, exclusivo, e mesmo que venham a errar em alguns momentos, o erro é humano. Ainda assim eles são as meninas dos olhos de Deus. E ai de quem se atrever a se por contra este povo! O que está determinado por Deus está determinado e pronto. Fim de papo.
    “E virão dias em que as nações se voltarão contra Israel; e então descerá o Senhor nos ares e eliminará a todos os que praticaram injustiça contra Israel”.
    Que todos possam, no momento de suas orações, se voltarem para Yerushalayim, para pedir perdão à DEUS pelos seus pecados.
    Esta é a minha mais simples e humilde opinião. SHALOM A TODOS.

  2. Realmente se fosse em Israel até aqueles que são leigos no assunto terceriam comentários maldosos. Seria mais uma oportunidade para demonstrar o ódio contra o povo judeu que tanto amamos.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: