Publicado por: noticiasdesiao | 6 de maio de 2010

LEITE E MEL

No versículo 8 do capítulo 3 do livro do Êxodo nós encontramos uma das frases mais conhecidas das Sagradas Escrituras no que se refere a definição da Nação de Israel: “Portanto desci para livrá-lo da mão dos egípcios, e para fazê-lo subir daquela terra, a uma terra boa e larga, a uma terra que mana leite e mel!”. Aqui em Israel eu já provei diversos tipos e marcas de leite. E os achei saborosos. Também já comi do seu mel. Incomparável! Não tive oportunidade de visitar uma fazenda produtora de leite, mas como explicar a referência ao mel se vivemos numa terra aparentemente inóspita?

Bem, aí entra uma daquelas visões distorcidas e estereotipadas que muita gente tem de Israel. Quando se pensa em Oriente Médio imagina-se logo uma terra ressequida, pedregosa e cinzenta. E parece que boa parte das nações desta banda do mapa é realmente assim. Não Israel! Aqui, do charque encontrado por ocasião da recente conquista (1948) brotam jardins espetaculares; das encostas e escarpas descem ramalhetes gigantescos; longos jardins margeiam estradas e rodovias; praticamente todas as cidades são imensos jardins a céu aberto e a segunda cidade mais importante do país tem o singelo nome de Tel Aviv, que em Hebraico significa “Colina da Primavera”.

Claro que esta profusão de flores acaba atraindo um enxame de abelhas. Que estão por todos os lados. Como Apicultor que sou, sei que estas são inofensivas quando bem alimentadas e não importunadas. As caixas de Langstroth estão praticamente em todos os campos e estes estão por todos os lados. Coexistência pacífica que resulta em flores cada vez mais exuberantes, árvores cada vez mais frutíferas e méis cada vez mais abundantes. Afinal de contas esta é, de fato, uma terra que mana leite e mel.

Apreciem na seqüência de fotos alguns exemplos da riquíssima flora israelense.

Rotatória florida em Yaffo (Jope)

Abelha em Margarida Azul: Existem diversas cores de Margaridas em Israel.

Foto tirada na beira da estrada entre Hod HaSharon e Kfar Saba

Fartura de pólem nos jardins do Museu da Terra de Israel em Tel Aviv

Contraste de cores nos jardins do Museu da Terra de Israel em Tel Aviv

Canteiro de um Cemitério Urbano em Kfar Saba

Diversas cores numa mesma roseira

Uma rosa em Hod HaSharon

Comum no Brasil, exuberante em Israel!

Cores instigantes no Kibbutz Ramat Rachel

Canteiro no Kibbutz Ramat Rachel

Profusão de cores no Ramat Rachel

Campo de morangos emoldurado por canteiros de flores

Grande rosa em jardim do Kibbutz Ramat Rachel

Mini Margarida num jardim do Museu da Terra de Israel em Tel Aviv

Campo florido de grão de bico em Modiin, a Terra dos Macabeus.

Abelha pousando numa flor nas proximidades do Knesset, em Jerusalém.

Anúncios

Responses

  1. Roberto,
    Fantásticas as fotos e as constatações sobre um Israel por mim desconhecido.
    Gostei muito do seu Blog e acompanho na medida que posso.
    Grande abraço.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: